Auxílio Emergencial De R$ 300 – Governo Vai Usar Ferramenta Para Limitar Pagamento

Nesta semana, com a confirmação de pagamento de mais 4 parcelas do Auxílio Emergencial de R$ 300 reais, alguns critérios acabaram sendo estabelecidos para que a concessão do beneficio pudesse continuar.

Isso por que de acordo com Gustavo Guimarães, secretário adjunto do Ministério da Economia, o CPF está sendo usado para realizar cruzamento de dados e assim, o fornecimento do Auxílio Emergencial será limitado.

A confirmação dessa limitação veio através de uma coletiva na sexta feira dia 04. Vale salientar que o custo mensal do Auxílio Emergencial passou de R$ 50,8 bilhões para R$ 16,9 bilhões no período de setembro a dezembro.

O valor do Auxílio até o termino da quinta parcela será de R$ 600. Porém, o valor caiu pela metade, onde as próximas parcelas ficarão no valor de R$ 300.

Outro ponto importante é que a partir de agora, o beneficiário que tiver posse ou propriedade de bens que esteja acima de R$ 300 mil, ele não terá direito as próximas parcelas do Auxílio Emergencial.

Beneficiários do Bolsa Família voltarão a receber o valor do programa 

Ainda segundo Gustavo Guimarães, houve um ajuste no que diz respeito os beneficiários do Bolsa Família. Isso significa que a partir de agora, quem está inscrito no Bolsa Família vai voltar a receber o que tem direito do programa social.

E caso esse valor seja menor, diferença será paga pelo Auxílio Emergencial.

Veja também:

Auxílio Emergencial até dezembro

Através de uma Medida Provisória, o Auxílio Emergencial foi prorrogado com valor de R$ 300 até o mês de dezembro. Essa informação foi confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro. Vale destacar que a prorrogação do Auxílio ainda vai ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Nesse ano já foram depositadas cinco parcelas do Auxílio Emergencial no valor de R$ 600. Esse valor tem o intuito de ajudar os brasileiros durante a pandemia. Dessa forma, essas pessoas podem ser manter com alimentação e com o pagamento de contas mensais.

O presidente Bolsonaro já tinha informado sobre a diminuição do valor do benefício, ou seja, que o valor seria menor por que é “muito para quem paga”.

Mais informações sobre o Auxílio acesse o site da Caixa ou ligue: 0800 726 0101 ou 0800 725 7474.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima