Governo Quer Estender O Auxilio Em Mais Duas Parcelas De R$ 300

Com a crise do coronavírus de prolongando ainda mais, o Governo pretender estender quer disponibilizar um valor adicional de R$ 600 para quem já possui o cadastro para recebimento do auxílio emergencial. A proposta deverá ser levada pelo Governo ao congresso nos próximos dias.

Ainda de acordo com a preferência do Governo, o acrescimento de R$ 600 no auxílio emergencial deve ser dividida em duas vezes.

O auxílio emergencial foi criado em abril com a previsão de ser pago em três parcelas de R$ 600, que inicialmente seria para durar até junho. Vale salientar que os beneficiários são os trabalhadores informais que acabaram ficando sem renda durante a pandemia do coronavírus.

Durante a discussão sobre as parcelas extras, a equipe econômica tinha a ideia de estender o auxílio em três parcelas de R$ 200, mas o presidente Jair Bolsonaro teria achado baixo o valor. Por causa disso, a preferência dele é que seja duas parcelas de R$ 300.

O Governo Federal ainda está se preocupando com o pagamento irregular a pessoas que estão omitindo informações, se cadastrando para poder receber o auxílio. Segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), acreditasse que mais de 8 milhões de pessoas receberam o auxilio de forma indevida.

Vale salientar ainda que cerca de 11 milhões de pedidos ainda estão em análise para uma possível aprovação.

Outra informação importante é que a proposta do Governo deverá ainda passar pelo Congresso Nacional, onde o assunto é sensível. O valor inicial do auxílio que foi proposto pelo Governo foi de R$ 200 reais por mês, mas após um acordo com o Governo, o valor acabou subindo para R$ 600 reais.

O impacto do auxílio emergencial pago pelo Governo está causando um impacto de 150 bilhões nas contas públicas.

Veja também: 

+ Veja quem pode receber o auxílio de R$ 600.

++ Auxílio liberado para essas pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima