Governo Cortou Seu Benefício? Saiba O Que Fazer

O Governo Federal realizou um pente fino em alguns órgãos públicos e com isso, muitas pessoas acabaram perdendo algum benefício e isso causou grande comoção em todo o Brasil.

No entanto, devemos entender que o beneficio que cada pessoa tem direito, deve ser fornecido de forma correta, sem nenhuma inconformidade.

As pessoas prejudicadas com esse processo estão considerando esse pente fino duro demais. Além disso, alguns especialistas dizem que o corte também está sendo duro e em alguns casos, até injusto.

Ao perder o benefício, algumas pessoas se sentem injustiçadas e dessa forma, elas devem encontrar alguma maneira de ter o benefício de volta.

Vale salientar, que até pessoas que tem direito a algum benefício acabaram sendo prejudicadas.

Se você este vivendo essa situação, saiba que é possível seguir alguns passos para reaver o benefício e inclusive poderá receber os valores que estão atrasados.

Confira os passos para ter de volta o benefício

1 – Procure o órgão certo

A primeira coisa que deve ser entendida é que dependendo do benefício, o requerente deve ir até o órgão responsável do Governo. Deve ser entendido também que em cada área existe um órgão responsável.

Essa dica é muito importante para que o requerente não fique indo de lugar em lugar e para que as coisas sejam resolvidas de forma rápida.

Então, dessa forma, para as pessoas que tem o direito ao benefício de aposentadoria ou não, devem procurar o INSS – Instituto Social do Seguro Social. Para as pessoas que tem direito ao Bolsa Família, o ideal é se dirigir até o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais perto de sua casa. Essas duas situações são alguns exemplos possíveis.

2 – Descubra o motivo da exclusão

Outra dica muito importante e que vai ajudar bastante para ter de volta o benefício é saber o real motivo da exclusão. É muito comum, que a essa altura do campeonato, o real motivo tenha sido o pente fino realizado pelo Governo, já que ele achou que você não tinha direito.

No entanto, alguns motivos bem simples podem levar o cidadão a perder o benefício. Dessa forma, podemos citar dois: falta de cadastro ou comprovação dos dados. Isso acontece porque de tempos em tempos é necessário enviar comprovantes para continuar tendo direito a receber o benefício.

Sempre saiba com certeza o motivo da exclusão.

3 – Resolva o problema

Depois de ter a certeza sobre o real problema que levou a exclusão do benefício, é necessário resolver de alguma forma essa situação. Caso seja por falta de comprovante, obviamente, o documento em questão deve ser encontrado para o cadastro se manter ativo.

Agora, se o motivo foi apenas porque o Governo achou que você não tinha mais direito ao benefício, você deve provar o contrário. Para isso, existe a possibilidade de contratar um advogado de forma gratuita através da defensoria pública.

Você deve ficar atento que nem sempre o problema será resolvido facilmente. Mas ir atrás é o melhor caminho para resolver.

Veja também:

+ 7 benefícios liberados: veja se você tem direito.

++ Consulte seu CPF de qualquer lugar de forma online e gratuita. 

4 – Caso não tenha mais direito ao benefício

De forma obvia, se você procurou de todas as maneiras reaver o benefício e não conseguiu, é porque você não tem mais direito e não há mais o que fazer.

Se você é uma pessoa correta e que segue todas as regras ao pé da letra, lute pelos seus direitos. É muito provável que o Governo tenha cortado seu benefício de forma errada.

Seguir esses passos pode ajudar muito na resolução do problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima