Caixa E BB Serão Responsáveis Por Redução De Salários E Benefícios Dos Trabalhadores

O Governo Federal deve anunciar que a Caixa Econômica e o Banco do Brasil ficarão responsáveis pelos pagamentos relacionados a salários e benefícios dos trabalhadores.

De acordo com a agência Reuters, esses pagamentos serão através do programa que deixa aberto a possibilidade de as empresas reduzirem os salários e jornada de trabalho dos funcionários.

Essa medida está para ser anunciada pelo Governo Federal através de um MP.

Ainda de acordo com a agência Reuters, a medida chegaria para manter a segurança jurídica desses pagamentos. A Reuters diz ainda que os depósitos deverão ser feitos através de uma poupança digital. Uma transferência gratuita por mês será permitida para qualquer outra conta bancária.

Redução de salários + suspensão de contrato

O Governo Federal anunciou nesse mês, abril, um programa que foi aprovado por Medida Provisória que permite a redução da jornada de trabalho e suspensão do contrato de trabalho. A redução dos salários será na mesma proporção.  Esse projeto tem validade por até 60 meses e diversas empresas já estão colocando ele em pratica.

De acordo com Ministério da Economia, o valor do impacto fiscal da medida chegará casa dos 51,6 bilhões de reais. Segundo a medida, caso haja a suspensão do contrato de trabalho, o trabalhador deve receber um valor correspondente ao valor do seguro-desemprego. O valor será pago 100% pelo Governo Federal ou será dividido com a empresa.

Vale salientar que essa medida ainda não foi aprovada pelo presidente e está em pauta.

Trabalho temporário será o carro chefe conseguir emprego ainda 2020

Quando uma pessoa é contratada e acaba desenvolvendo um grande trabalho, ela acaba sendo efetivado, ou seja, acaba sendo contratada de forma definitiva. Isso significa que o trabalho temporário é um estágio de luxo para as pessoas que querem um emprego de forma definitiva.

Isso tem se tornado cada vez comum, ou seja, não é algo passageiro. Muitas empresas estão aderindo essa pratica.

Os motivos são os seguintes:

– O contrato temporário de trabalho é igualmente simples igual ao contrato terceirizado;

– As empresas conseguem entender de forma clara como as pessoas se desenvolvem no ambiente profissional;

– Caso o profissional não atinja o nível exigido, a substituição será mais fácil e tranquila.

Tudo indica que essas medidas não terão retorno. As empresas estão enxergando uma excelente oportunidade para conhecer a fundo o funcionário e realizar a contratação.

“A vaga temporária é uma oportunidade de entrar mostrando o seu trabalho. As empresas estão menos dispostas a correr o risco de chamar alguém que não de encaixa na função. Tivemos o caso de um temporário que, em 25 dias de trabalho, mostrou sua capacidade, impressionou os gestores e foi efetivado. É a prova de que os candidatos à essas vagas precisam entrar querendo mostrar interesse, quase que como um estágio de lux”, explica a responsável pelo RH NOSSA, Hallison Fermino.

Veja mais: 

+ Cartão de Crédito C&A – acesso a uma variedade produtos. 

++ Empréstimo Santander – crédito pessoal.  

Terceirizado também está no topo

Não são apenas os contratos temporários que estão em alta, os terceirizados também tem seu lugar de destaque no mercado de trabalho. Os terceirizados tem um custo menor e permite que a empresas foque 100% do seu ramo de atuação e a empresa terceirizada é quem cuida do funcionário.

Hoje em dia, isso é muito comum em diversos setores, sejam os profissionais técnicos, analistas ou gestão.

As empresas colocam todos os esforços no que fazem, enquanto as empresas terceirizadas não cobram esforços das empresas nesse contexto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima