empréstimo

3 Dicas Do Serasa Para Saber Se O Empréstimo Cabe No Bolso

Uma das opções mais requisitadas pelas pessoas para resolver problemas financeiros tem sito a solicitação de um empréstimo pessoal.

Mas, nem sempre a contratação desse serviço implica na resolução do problema financeiro, ao contrario, pode aumentar ainda mais as dívidas. O atraso no pagamento desse serviço pode gerar diversas multas, encargos e juros.

Além disso, o não pagamento pode gerar uma negativação do nome e dessa forma, solicitar um cartão de crédito ou viajar vira uma complicação.

Dessa maneira, o Serasa com o intuito de diminuir cada vez mais o endividamento das pessoas está disponibilizando três dicas com cuidados para obter e controlar um empréstimo.

As dicas são essencialmente voltadas para as parcelas desse serviço. Muitas vezes, não conseguimos enxergar até quanto vai o poder de controle do orçamento financeiro, ou seja, pode haver um total descontrole.

O Serasa sabe de tudo isso e ainda diz:

“Antes de sair correndo para solicitar um empréstimo ou financiamento, respire fundo e pergunte para si próprio: “por que preciso desse dinheiro”. Dessa maneira, fique atento a alguns cuidados.

1 – Confira a lista e gastos

empréstimo

O Serasa indica para as pessoas que a primeira atitude a ser tomada e colocar em um papel todos os gastos que existem para o mês e até para o ano todo. A lista deve ser mensal, mas não deve ser deixado de lado a lista anual. Deve-se colocar ainda gastos com impostos.

Dessa forma, contas como água, luz, telefone e gás devem estar descritas em um papel. Lembre-se ainda de anotar a passagem do transporte público, o gasto com jantar fora e o presente de aniversario. Todos esses gastos devem estar descritos em um papel para ter a exata noção do valor no final do mês e a média mensal.

O Serasa diz ainda que se todos os gastos forem maiores do que o valor recebido no final do mês em relação ao salário, obviamente não haverá condições de solicitar um empréstimo.

Se a necessidade de contratar um empréstimo for muito grande, gastos deverão ser cortados para ele caber no orçamento.

Veja também:

+ Nubank libera limite de R$ 50 para quem deseja obter o cartão de crédito.

++ Bolsa Família vai pagar R$ 600 aos seus beneficiários. 

2 – A renda deve ser comprometida em até 1/3

Outra dica muito importante do Serasa é a porcentagem em que o orçamento deve ser comprometido para a solicitação de um empréstimo. O órgão diz deve ser comprometidos 33% dos ganhos mensais, ou seja, 1/3.

Ao solicitar um empréstimo, deve-se prestar bastante atenção ao valor da parcela. Ela não deve ser maior do que 1/3 do ganho total.

Um exemplo bem claro é que se o solicitante ganha R$ 1200 por mês, o máximo que pode ser comprometido com a parcela do empréstimo é R$ 400.

3 – Confira as opções no mercado financeiro

E por último, o Serasa diz que existe algo que está muito além do que cabe no bolso: deve ser realizada uma pesquisa minuciosa no mercado. Uma comparação do custo efetivo entre todas as operadoras financeiras deve ser realizada. Confira todas as condições oferecidas pelos bancos e instituições.

Não deve ser deixado de lado de forma alguma o CET, custos extras, encargos, impostos, tarifas e possíveis despesas. Para se ter uma ideia, alguns bancos cobram até o cadastro caso a pessoas não seja cliente.

Ao consultar todas as opções do mercado financeiro, outra excelente dica é olhar com atenção redobrada o contrato. Caso haja alguma duvida, pergunte a operadora financeira e assine com absoluta certeza.

empréstimo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima