O Incrível E Belíssimo Acre – Ele Existe Sim!

O Acre é um destino longe de algumas grandes capitais, e essa pode ser a noção resumida de várias pessoas de outros Estados sobre esse estado tão rico e cheio de história. O que pouco se ouve falar é que se trata de um lugar muito peculiar e interessante para se visitar: é como fazer uma viagem internacional dentro do seu próprio e diversificado país.

Na região do Acre, por exemplo, estão concentradas diversas comunidades de fala de línguas indígenas além do português, e o português que se fala lá pode ser tão diferente do falado em outros estados que a comunicação algumas vezes fica confusa – assim como pode acontecer em outras regiões brasileiras.

O Estado é rico em riquezas culturais e também naturais. A passagem aérea pode ser de custo um pouco elevado, é verdade, muitas vezes sendo mais caro ainda do que uma viagem internacional para países vizinhos, mas cada centavo é bem investido para conhecer um lugar tão fascinante e que faz parte do nosso país.

Veja também: Ilhéus, um inesquecível turismo pela Bahia.

++ Veja alguns mistérios humanos nunca revelados pela ciência.

Os passeios até as comunidades indígenas, por exemplo, são uma viagem no tempo até as nossas próprias origens. Algumas tribos estão acostumadas com a visitação dos turistas e são bastante receptivos. É uma troca cultural imensa e nenhum viajante retorna igual depois de tal experiência.
Mas é claro que o Acre não se trata apenas de índios e suas tribos: vale a pena visitar Rio Branco, a capital, com diversos atrativos turísticos e vida noturna.

Apesar da passagem de preço elevado, é possível encontrar hotéis de baixo custo, com diárias a partir de R$100,00 para o casal. Quatro dias já são o suficiente para um passeio breve e para conhecer os principais pontos turísticos, mas o ideal é ficar mais tempo, já que o próprio voo já é de longa duração dependendo de onde o viajante vai partir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima